Perspectiva feminista sobre o casamento

Por que as pessoas compram o argumento feminista da liberdade sexual? - Parte 2

2019.04.28 14:30 AlulimOfEridu Por que as pessoas compram o argumento feminista da liberdade sexual? - Parte 2

Meu post anterior (https://www.reddit.com/PilulaVermelha/comments/bg1lj6/por_que_as_pessoas_compram_o_argumento_feminista/) despertou a fúria dos "feministos" no /brasilivre (veja vc, um sub de direita). Vou clarificar aqui alguns pontos, ao mesmo tempo já respondendo as críticas feitas.
O sexo não é apenas para reprodução
Sem dúvida. Eu não disse que sexo é apenas para reprodução, e nenhuma parte do meu primeiro post depende dessa premissa. Eu imagino que o sexo que não resulta em reprodução, assim como a masturbação, só dão prazer porque "enganam" nosso cérebro. A parte instintiva do nosso cérebro não sabe distinguir se vc está usando camisinha ou se masturbando. Se vc tem prazer sexual, seu cérebro entende como se vc estivesse se reproduzindo, e portanto te dá o prazer como recompensa por "fazer a coisa certa". Além disso, dentro de relacionamentos mais sérios, o sexo tem um papel de conectar o casal emocionalmente. Eu não sei bem como funciona a biologia dessas questões, mas o que importa é que os drives que mencionei no post original continuam existindo, independentemente desses drives adicionais.
Relevância dos instintos
Alguém afirmou que se fossemos seguir nossos instintos, estaríamos matando gente por aí, comendo só coisas altamente calóricas, etc. Bom, primeiro, esse exemplo das comidas calóricas é um ótimo reforço do meu post original: mesmo sabendo que essas comidas não são saudáveis e não são a melhor opção, muitas vezes nossa razão é simplesmente esmagada pelos instintos, e acabamos muitas vezes comendo simplesmente o que é mais gostoso (ou seja, sucumbindo aos instintos). Mesma coisa com as questões que comentei sobre o sexo. Por mais que hoje nós não tenhamos os mesmos problemas que os homens das cavernas, os instintos são praticamente os mesmos, então por mais que a sua razão possa dizer "tudo bem minha namorada transar com outro cara, hoje existe camisinha então tudo bem", os seus instintos vão ainda te dizer que isso é inadmissível, porque os instintos foram moldados numa era onde não existia camisinha. Ou seja, vc até pode querer ser racional e aceitar várias coisas "modernas" de hoje em dia (relacionamento aberto, cuckagem, etc.), mas vc será infeliz, já que a felicidade não responde ao seu eu racional e sim ao seu eu instintivo. Em conclusão, aceitar a visão dos moderninhos/feministas (de que o homem pode aceitar se relacionar com uma mulher promíscua porque elas aceitam homens promíscuos) é um caminho direto para a infelicidade: vc pode dizer a si mesmo que faz sentido pelo lado "racional", usando o argumento da igualdade, mas por outro lado estará constantemente sendo submetido a respostas emocionais negativas, porque seus instintos "não querem" isso. Sabendo disso, a escolha realmente racional é ter o mínimo de respeito com os seus instintos e rejeitar relacionamentos sérios com esse tipo de mulher.
Pelo lado da mulher, no entanto, a perspectiva "tradicional", onde o homem pode ter várias parceiras mas a mulher não, não oferece grandes problemas. A mulher continua podendo exercer seu instinto de escolher o melhor homem possível, e portanto se sentir "feliz". Na verdade pra ela é desejável inclusive que o cara tenha tido várias parceiras, já que isso indica pra ela uma filtragem prévia: várias mulheres já aprovaram o cara, então ele deve ter alto valor. Esse paralelo novamente não existe do outro lado: uma mulher rodada não é sinal de ter alto valor pra um homem - é só ver o quanto uma prostituta é cobiçada pra casamento. O único argumento pró-igualitarismo em termos de número de parceiros sexuais é o apreço a simetria que temos: "se um pode o outro também pode", "igualdade é bom".
É muito fácil observar a permanência desses instintos hoje em dia. Pergunte se alguma mulher vai querer um cara virgem. Geralmente não, além desses caras serem motivo de chacota generalizada. Já pra um homem, pergunte se ele casaria com uma ex-prostituta ou ex-atriz pornô. Hoje em dia com o feminismo é capaz que alguns já tenham tido lavagem cerebral o bastante pra dizer "sim", mas a maioria diria "não" sem pensar muito.
O ponto principal é: os instintos foram moldados em outro período e não refletem os problemas e necessidades de hoje em dia, mas eles ainda nos afetam de qualquer modo, e tentar negá-los totalmente gera infelicidade. Mais: por que a sociedade celebra a busca feminina por realizar sua sexualidade (leia-se: seguir seus instintos), enquanto condena o homem por seguir o seu instinto de não querer relacionamento sério com mulheres rodadas? É dois pesos, duas medidas.
Liberdade sexual é boa porque todo mundo quer sexo
Meu post original nem sequer é contra a liberdade sexual. É apenas um apelo para que os homens parem de ser cucks. Quer curtir a liberdade sexual? Vai fundo! Encorajo qualquer homem a fazê-lo. Procurem as mulheres que estejam dispostas a oferecer sexo fácil, e divirtam-se. Uma coisa é transar, outra é namorar e casar com essas mulheres. Uma mulher que já teve vários parceiros perde sua capacidade de se conectar intimamente. Então seja seletivo na hora de escolher uma mulher pra algo sério. Como dizem na comunidade da pílula vermelha: a moeda de troca da mulher é o sexo, a do homem é o compromisso. Não dê exclusividade pra uma mulher que não te dê exclusividade no sexo.
Red Pill é coisa de incel misógino frustrado sexualmente
Bom, esse é um ad hominem batido, nem tem o que responder. Nada do que é falado nas comunidades red pill tiram qualquer liberdade das mulheres, apenas tentam encontrar melhores estratégias sexuais para os homens. Qual a conexão entre ser um homem que busca melhores estratégias para se relacionar com mulheres e ser um incel/misógino/frustrado sexualmente? O mais engraçado é que esse xingamento até reforça o que foi falado no post original: o uso do "homem frustrado sexualmente" como um insulto nada mais é que uma admissão de que é amplamente aceito o fato de que o homem tá aí pra comer o máximo possível de mulheres. Não existe um equivalente feminino desse xingamento, quantas mulheres são incels? O motivo a esse ponto já deve ser óbvio.
Além de tudo, quem é frustrado sexualmente hoje em dia com o sexo sendo tão fácil? No pior dos casos o cara pode simplesmente comer uma puta. Tanto a puta quanto a mulher mediana moderna já terão passado por muita rola antes de vc, então não faz lá tanta diferença de qualquer forma.
Qual o propósito dessa comunidade então? A maioria dos homens que hoje participam dessas comunidades são homens que notaram o quanto o mainstream feminista favorece a sexualidade feminina em detrimento da masculina, e que melhoraram suas vidas ao terem acesso a essa nova visão, e agora querem retribuir e abrir os olhos de outros homens para que também saiam da cuckagem moderna.
submitted by AlulimOfEridu to PilulaVermelha [link] [comments]


FEMINISMO E CASAMENTO - DOIS OPOSTOS QUE NÃO SE ATRAEM. O casamento da princesa feminista Casamento Real  Perspectiva Cristã Maria Ribeiro fala sobre trabalho, casamento e feminismo - #48 O CASAMENTO DE LEXA E GUIMÊ  Diva Depressão - YouTube PRINCESA FEMINISTA?  Dora Figueiredo Todo casamento é machista?

  1. FEMINISMO E CASAMENTO - DOIS OPOSTOS QUE NÃO SE ATRAEM.
  2. O casamento da princesa feminista
  3. Casamento Real Perspectiva Cristã
  4. Maria Ribeiro fala sobre trabalho, casamento e feminismo - #48
  5. O CASAMENTO DE LEXA E GUIMÊ Diva Depressão - YouTube
  6. PRINCESA FEMINISTA? Dora Figueiredo
  7. Todo casamento é machista?

No dia 20/05 aconteceu mais um casamento na família real britânica, Meghan Markle e o príncipe Harry. Dizem que ela era feminista mas o que vimos foi uma cerimônia tradicional. Para apoiar o ... Muito se tem falado do casamento real do príncipe Harry e a feminista Meghan e eu falo nesse vídeo sobre o quanto a mídia marrom está se esforçando inutilmente para unir as duas coisas em ... Casamento Real Meghan e Harry Perspectiva Cristã Oizinho gente, como inglesa, hoje decidi compartilhar meus pensamentos com você sobre o casamento real do Príncipe Harry com Meghan Markle. Se ... MOMENTO ÉPICO: Lexa e Guimê se casam e tem um dos casamentos menos cafonas dos últimos tempos, acredite ou não! MAS a gente sempre arranja o que falar, afina... Sobre o tal do novo casamento real . Se inscreva no meu canal: https: ... Jout Jout explica o que a faz ser feminista - Duration: 4:20. Programa do Porchat 203,368 views. Existe casamento (hétero) realmente igualitário? O casamento pode andar de mãos dadas com os princípios feministas ou é impossível? Todas as feministas hétero deveriam largar seus maridos ... Maria, que também é colunista da revista Tpm e uma das integrantes do sofá do programa Saia justa, do GNT, fala ainda sobre o casamento com o ator Caio Blat, novelas, consumo, feminismo e sobre ...